Pedido de auxilio ao setor coureiro-calçadista em Parobé é encaminhado à Brasília

Por / 4 anos atrás / Geral / Nenhum Comentário
Pedido de auxilio ao setor coureiro-calçadista em Parobé é encaminhado à Brasília

Acompanhou a entrega do ofício, a ex-prefeita de Ivoti, Maria de Lurdes Bauermann e a Prefeita de Presidente Lucena, Rejani Stoffel

Preocupado com os calçados brasileiros impossibilitados de cruzarem a fronteira com a Argentina, o Município de Parobé, que tem a sua economia centralizada no setor coureiro-calçadista, encaminhou um ofício à Presidente Dilma Rousseff. Em Brasília, na última quarta-feira (04), o Prefeito Cláudio Silva, entregou o documento ao Assessor Francisco Álvaro Veríssimo, Gerente Regional da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República.

Na carta, o Prefeito relata que atualmente o segmento industrial em Parobé, conta com mais de 100 mil pares de calçados impossibilitados de cruzar a fronteira. Esse material está orçado em um valor superior a R$ 4, 748 milhões.

A apreensão da Administração Municipal é de que os produtos trancados acabem gerando dano financeiro, social, comprometimento de negociações comerciais e uma série de demissões nas pequenas, médias e grandes empresas instaladas na cidade. O Chefe do Executivo também abriu a possibilidade de haver um manifesto regional de apoio ao setor.

Além do oficio encaminhado, na segunda feira (02), a Secretaria de Desenvolvimento Econômico promoveu uma reunião com o Sindicato dos Sapateiros para tratar sobre o assunto. O encontro ocorreu na Câmara de Vereadores e contou com a presença do Vice-prefeito, Irton Feller, Vereadores e empresários do ramo.

Na quinta-feira (05), o Secretário Samuel Mosmann também participou de uma coletiva de imprensa na Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), em Novo Hamburgo.

 

Texto: Gisele Pereira

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados. *